HISTÓRIA – Como recuperei meu Nokia N8 roubado

Por Clayton Magrin na categoria Geral
Havia falado aqui sobre alguns bons aplicativos para proteger ou recuperar o seu telefone. Vi essa história do amigo Henrique Beltrão e logo pensei em compartilhar, pois vale a pena a leitura. Aconteceu com ele o que mais nos aterroriza, ter o aparelho roubado.

Com muita persistência, um pouco de detetive e um bom aplicativo para ajudar, é possível recuperar um aparelho que possa vir a ser roubado. Essa história ilustra que hoje em dia já não é tão simples roubar um aparelho e ficar por isso mesmo.

Como Recuperei meu Nokia N8 roubado

No dia 10/03/2011 tive o meu precioso Nokia N8 arrancado das minhas mãos por um motociclista em Buenos Aires. Eu havia instalado o APP Guardian Mobile Platinum. Neste dia, comecei uma verdadeira cruzada para recuperar o meu aparelho.

Pouco tempo depois do roubo tomei a primeira e mais importante atitude que se deve tomar nesse tipo de situação: Prestar queixa na polícia.

Porém a polícia argentina não fez nada, só a ocorrência e se negou a ir atrás do ladrão. Neste momento dei por perdido o meu celular, pois como poderia reavê-lo se iria embora da cidade em poucos dias? E o pior, só neste momento é que me dei conta que o número cadastrado não tinha o código do Brasil (+55), apenas o código de Recife (81).Neste momento, dei por perdido o celular e fiquei bem mal com isso.

Retorno à minha cidade e vou até a TIM para fazer o bloqueio do aparelho. Era a única companhia que poderia bloquear o danado, já que havia sido o único chip que eu havia inserido até a hora de viajar.

Passaram alguns poucos meses e no dia 04.07.2011, quase 4 meses depois, o telefone cadastrado no N8 roubado recebe uma mensagem avisando que o chip havia sido trocado.

A pessoa de casa me pergunta: Henrique, você está “brincando” de trocar o chip do celular novo? Dei um pulo do sofá e gritei: O N8 roubado entrou no Brasil!!!

Corri para o celular, verifiquei o número que enviou a mensagem e mandei imediatamente um comando corrigindo o número de telefone cadastrado.

Depois disso fiz algumas tentativas para entrar em contato com a pessoa que estava usando o meu N8, mas sem sucesso, pois o telefone havia sido bloqueado pelas operadoras poucos minutos depois do chip ter sido inserido.

Está aí a importância de se cadastrar corretamente o número do celular para envio de sms no aplicativo. Como eu não havia conseguido entrar em contato com a pessoa, mandei uma mensagem de texto dizendo: LADRÃO!!

Poucos dias depois me ligam de um número estranho (era da Argentina novamente) e a pessoa se identifica com o nome e dizendo que o telefone não havia sido roubado, mas comprado em uma loja de Buenos Aires na rua FLORIDA (olha o nome da rua) e que estava usando o N8 há mais de um mês em Buenos Aires.

Falou também que estava no Brasil em serviço num ESTALEIRO (essa palavra foi fundamental para recuperar o aparelho), e que então trocou o chip e o telefone foi bloqueado e depois do sms com a palavra ladrão, ele percebeu que havia comprado um aparelho roubado.

Tivemos uma conversa calma e a pessoa se prontificou a me enviar o aparelho assim que retornasse novamente ao Brasil, dentro de mais ou menso 15 dias. Esperei pacientemente esses malditos 15 dias e nada do sujeito enviar o aparelho.

De repente, quando eu já achava que ele deveria estar aqui no Brasil, recebo outra notificação de mudança de chip com o número da ARGENTINA. Não hesitei, mandei o comando de localizar o aparelho e verifiquei no mapa que estava quase na beira do Mar Del Plata.

Começa a brincadeira de gato e rato

Eu relacionei o local onde o aparelho se encontrava com a palavra ESTALEIRO e sai procurando no Google Earth por informações sobre o local. Encontrei o estaleiro da TANDANOR. Fui no Google e procurei o site. Lá constava um telefone.

Liguei imediatamente e pedi para falar com o depto de RH para saber se lá havia um funcionário com o nome de fulano de tal. Não havia. Mas aí o encarregado me falou que havia prestadores de serviço de vários países da América do sul.

Mas como saber qual estaleiro? E agora? Será que a pessoa ainda estava em Buenos Aires e iria usar o aparelho lá? Como saber isso? Liguei para o novo número e perguntei pelo fulano de tal, e a pessoa respondeu que não era ele.

Neste momento comecei a roubar todas as informações do N8. Mensagens recebidas e enviadas, números ligados e ligações recebidas, lista de contatos, todas as informações possíveis eu copiei durante uns 3 dias.

Descobri que não era mais um brasileiro que estava com o aparelho, mas um argentino que era separado, tinha uma filha de nome Michaela, que tinha uma namorada chamada Laura, que o pai dele estava internado no hospital e não se sabia o que ele tinha. Fui no Facebook e procurei o nome da Laura. Achei (huahuahuahauhauhauhau).

Eram pessoas de um certo nível. Comecei a mandar mensagens dizendo que o telefone era roubado e que ele era um ladrão. Ele explicou que não havia roubado e sim comprado de um conhecido do estaleiro e me confirmou o nome do brasileiro.

Aí eu comecei a assombrar o usuário. Mandava mensagens comentando sobre o local onde ele estava naquele momento, apaguei os contatos, fotos, tudo que podia. Mandei o telefone apitar durante 10 minutos de madrugada. Fiz da vida do cara um inferno. Paralelo a isso, liguei parra o primeiro número que me haviam ligado da argentina. Foi um colega do sujeito que atendeu e ele me disse que ele já havia voltado definitivamente para o Brasil

Conversei amigavelmente com ele e ele soltou o nome da empresa do cara aqui no nosso país. Era tudo que eu precisava saber. Fui no santo Google e busquei a empresa. Achei!!!

Liguei para o RH (kkk sim eu fiz isso!) e localizei o sujeito. Expliquei ao encarregado do RH a situação e o mesmo disse que ia falar com o cunhado dele que se chamava cicrano (já fiquei sabendo até o nome do irmão da mulher dele).

Depois liguei novamente e falei com a telefonista e descobri o nome do gerente dele (já estava no nivel super Bond rsrsr). Liguei para o fulano e conversamos. Ele disse que ia mandar, que estava com o telefone e que eu podia aguardar. Nada, era MENTIRA!

Ele havia vendido o aparelho a um pato na argentina. Ele não tinha a menor intenção de me devolver o aparelho. Então falei com o gerente dele para saber se ele estava na argentina no dia 10/03, pois ele poderia também ser o ladrão.

Tentei expô-lo na empresa que ele trabalha. O cara me liga furioso (deve ter tomado uma bronca feia do chefe) e me ameaça com a polícia. Manda um e-mail dizendo que a única possibilidade de eu reaver o aparelho era ou ir na argentina na loja que haveria vendido a ele o aparelho ou em uma delegacia da cidade onde ele mora.

Neste momento desisti de falar com ele e decidi ir à polícia, mas antes de ir ele me liga várias vezes e eu não atendo. À noite, chega um e-mail pedindo desculpas por ter dito o que havia dito (deve ter conversado com um advogado e o advogado mostrou a ele a besteira que ele fez) e se comprometendo a recuperar o aparelho e devolver.

Deste dia em diante trocamos alguns e-mail educados e telefonemas também educados até que o mesmo enviou de volta o aparelho nesta quinta feira 22.09.2011.

Conclusão

Se você não pode ir diretamente no local parra pegar o aparelho na marra, monte uma estratégia para recuperar o bendito.

Na minha opinião o importante é seguir na surdina o aparelho, coletar o máximo de informações sobre o usuário, e depois atacar com tudo. É importante ter a nota fiscal do aparelho e a queixa na delegacia de polícia.

Espero que tenham gostado da minha aventura para recuperar meu Nokia N8





  • Acre_ac

    Isso da um longa .. boa historia.;

  • http://www.designsecond.com Hugo

    É brother hoje em dia tem q ser assim, fazer da vida destes malditos um inferno, para eles se lembrarem e desejarem nunca ter cometido tal ato.

    • http://www.facebook.com/people/Henrique-Beltrão/1014655547 Henrique Beltrão

      Pena que não o ladrão em si, apenas alguém que comprou um aparelho roubado.

  • Wleoguitar

    Nossa cara, que história legal, muito astuto você, já pensou em seguir a profissão de investigador? rsrrsrssr parabéns….

    • http://www.facebook.com/people/Henrique-Beltrão/1014655547 Henrique Beltrão

      De investigador, não, mas eu curti a perseguição…

  • http://www.facebook.com/mauricioffa Mauricio Fellini Ferreira Alme

    Da até pra fazer um curta :D ia ficar legal , pede pra Nokia patrocinar rsrsrs

  • Rhian

    Cara vou instalar no meu,kkkkkk….. 1 ano atrás se eu tivesse no meu Nokia E71, talvez teria ele agoraaaa….

  • http://Gplus.to/ERLON @erlonBR

    o ruim desses aplicativos é que esta todo em ingles. e não dá para fazer nada. 

    • http://www.facebook.com/people/Henrique-Beltrão/1014655547 Henrique Beltrão

      Mas você não precisa saber inglês para usar. Basta decorar os comandos. O manual existe na internet em português, é só procurar.

  • Mauricio Viana de Almeida

    Olá, gostei da sua história, também tenho um N8 e também uso o Guardian!!
    Mas não sei se faria o mesmo de ficar ligando e ameaçando, acho que iria atras na surdina. Se alguém fizesse o mesmo comigo eu desceria a marreta no celular e queria ver o cara me rastrear de novo!! Se bem que vc nem tinha mais nada a perder!!
    srsrsrsr
    Você foi muito sortudo!!

  • http://www.facebook.com/debora.emiliano Débora Emiliano

    como vc descobril o novo n que o “ladrão” coloco no seu celular?

  • http://twitter.com/TatiSant TatiSant

    kkkkkkkkkkkkkk achei o maximo rsrs! E o bem vence rsrs bj bj bj!

  • Wallace

    muito pika

  • alice

    bem interessante mas vc deveria ter fudido com o fdp…ja que a unica penitencia dele foi ter que devolver o cel…

  • Lucas Cardoso

    Merece um livro isso.. huauha muito bom!

  • Silver Magno

    poise complicado isso, me roubaram um galaxy 4 dia 18/12/2013 e to tentando recuperar

  • Silver Magno

    se alguem pudeer ajudar aceito sugestoes…



Conheça a Politica de Comentários Smartzone